Os pais de um recém-nascido entraram em um batalhão da Polícia Militar na noite da última segunda-feira (15), em Marília, interior de São Paulo, com a criança nos braços, pedindo por socorro pois o bebê havia engasgado e parado de respirar.

O bebê, de 21 dias, havia engasgado com leite. Eram cerca de 20h quando o casal o levou ao 9º Batalhão da PM. Os cabos Renato Taroco e Robson Thiago de Souza, que faziam a guarda do batalhão, realizaram os procedimentos da manobra de Heimlich (método de desobstrução de vias aéreas), que salvaram o bebê.

Vídeo de câmeras de segurança do batalhão registraram todo o desespero do casal e os procedimentos feitos pelos policiais até que o bebezinho volta a respirar.

“A criança chegou desacordada, roxa e sem batimento cardíaco. Tivemos que realizar a manobra três vezes e apenas na terceira tentativa conseguimos reanimá-lo”, conta Taroco.

Após ser salvo pelos dois policiais, o bebê foi encaminhado a um hospital para atendimento médico e passa bem.

“É uma sensação maravilhosa. Quando senti seu coração batendo em minha mão, chorei’, disse Taroco.

Fonte: Agencia Brasil