Um vigilante de um banco de São Paulo, que atirou em um idoso de 74 anos, afirmou em depoimento à Polícia Civil que “mirou na perna”, mas “acertou a barriga”, segundo informou o portal “G1”.

De acordo com a Polícia Militar, houve desentendimento entre Daniel Pedroso de Moraes, 74, e seguranças da agência do Banco Bradesco, que fica na rua José Otoni. O segurança que atirou é Wellington de Oliveira Sena, que foi preso em flagrante.

No depoimento, Sena afirma que Moraes entrou rapidamente na agência e foi em direção dos seguranças. O primeiro tiro, segundo ele, foi para tentar intimidar o idoso, porém, Moraes continuou a se aproximar.

Foi neste momento que Sena disse ter “mirado na perna” e “acertado a barriga” ao atirar. O Banco Bradesco informou lamentar o ocorrido e disse prestar assistência à vítima e aos familiares. Moraes está internado em estado grave no Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo.

Fonte: Agencia Brasil