A atriz Isis Valverde se envolveu em uma polêmica ao se manifestar sobre a morte de Rhuan Maicon, 9 anos, que foi esquartejado pela mãe e pela madrasta esse mês no Distrito Federal. Em post no Intagram, a atriz usou uma imagem em que o símbolo do feminismo parece estar esmagando o corpo ensanguentado do garoto. Para muitos, Isis estava culpando o movimento pela morte. A atriz apagou a publicação do Instagram e fez um post comentando.

“Sobre o Story que apaguei, queria esclarecer que sou totalmente pró luta por direitos equânimes entre homens e mulheres, apoio e apoiarei sempre incondicionalmente o movimento feminista. Gostaria de explicar que postei a ilustração errada sem querer e peço desculpas por isso”, afirmou.

A atriz fez um post falando sobre sua reação ao saber da morte de Rhuan. “Demorei dias para deglutir tanta maldade e desumanidade. Passei dias com um aperto no peito sem conseguir falar sobre o assunto. Me feriu a alma ler e escutar aqueles dois monstros falando sobre como massacraram esta criança com a maior frieza do mundo! Eu, sendo mãe, não consigo realizar como alguém conseguiu cometer algo tão obscuro como este assassinato. Tive pesadelos envolvendo a história e hoje decidi escrever aqui uma homenagem a esta criança linda, que não escolheu nascer, não escolheu morrer, que não escolheu NADA”, escreveu ela.

Fonte: Correio