Os três anos que passaram em Guarulhos, na Grande São Paulo, vinham sendo animadores para o pedreiro Uildes Lima Moreira, 27 anos, e a dona de casa Gilmara, 20.

Foi nesse período que o casal de baianos iniciou a mudança para o Sul do país com o pequeno Breno, 2, e estava feliz com as coisas que vinha conquistando, conforme relatos de parentes que permaneceram em Ipiaú, no Sul da Bahia.

A expectativa de dias cada vez mais prósperos no Sul do país, no entanto, foram interrompidos de forma trágica na última segunda-feira (8), quando a família morreu vpitima de asfixia. Os corpos foram achados um dia depois, dentro da casa em que os três moravam. 

De acordo com investigações preliminares, pai, mãe e filho morreram asfixiados após deixarem uma churrasqueira acesa dentro de casa para se proteger do frio. Na madrugada de domingo para segunda-feira a temperatura chegou a marcar 5ºC, em Guarulhos.

Ao CORREIO, o mecânico de motos Luís Carlos, 46, tio de Uildes, contou que o seu sobrinho foi o primeiro a se aventurar por São Paulo.

Gilmara estava grávida na época e ficou em Ipiaú. Após o nascimento do pequeno Breno, mãe e filho embarcaram rumo à capital paulista.

Ao ir para São Paulo, o trio repetiu uma ‘tradição familiar’. É por lá também que moram o pai, dois irmãos e uma prima de Uildes. Coube a esta última, que é filha de Luís Carlos, a missão de dar a trágica notícia aos familiares que ficaram em Ipiaú.

“Aqui está todo mundo extremamente abalado. Minha irmã, mãe de Uildes, está péssima. E como aqui é um munícipo pequeno, onde todo mundo se conhece, estão todos sentidos. Sempre vem alguém aqui na porta de casa desejar condolências”, conta Luís Carlos.

De acordo com o tio, os três estavam bem em São Paulo e há poucos dias ligaram para a família contando da felicidade. Uildes estava com emprego fixo, como pedreiro, e o trio não passava por dificuldades.

(Foto: Reprodução)

Os três corpos ainda estão em São Paulo e devem ir, de avião, até Ilhéus, no Sul baiano, nessa sexta-feira (12). De lá, serão levados, de carro, até Ipiaú, numa viagem de 136 km. O enterro acontecerá na cidade no sábado (13).

*Com orientação do chefe de reportagem Jorge Gauthier.

Fonte: Correio