Com apenas 15 anos, a modelo e influenciadora digital Georgia Furlan, conquistou mais de 130 mil seguidores no Instagram, após ter feito a sua primeira capa de revista internacional na Austrália.

A adolescente, que foi diagnosticada com Síndrome de Down logo no nascimento, em entrevista ao site SBS contou que agora sonha em ser capa de uma revista no Brasil: “Eu nunca imaginei uma capa na Austrália, sonho! Agora quero fazer uma no Brasil.

 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Gratidão é a palavra que dorme e acorda comigo! E tudo flui na minha vida com naturalidade… Esse mês de junho, sou Capa de uma revista na Austrália, a @katwalkkidsfashionmagazine. E o mais bonito é q o dinheiro arrecadado será p uma instituição chamada Katwalk for Kids que ajuda crianças com deficiências. Foi tudo feito com muito carinho e cuidado e o registro foi feito pelo fotógrafo @eduardoguilhon. Eu ameiii o resultado. Espero q vcs também gostem… bom domingo!🙏💞 . . . . #Repost @katwalkkidsfashionmagazine • • • • • • June Issue with @georgiafurlan.oficial on the cover out Wednesday 26th. PHOTOGRAPHER: @eduardoguilhon EVERDAY HERO: @chaletlizettebrannan ARTICLE: @aliana_10y BLOG: @aurora_marskell Plus wonderful photography and our amazing models. But online through Magcloud. #kidsootd #instakidsfashion #kidsgotstyle #childmodel #fashion #kids #kidsfashion #girlsfashion #boysfashion #model #childmodel #children #inclusion #diversity #magazine #style #instagram #iger #igkids #brandambassador #designer #photography #photographer #portrait #katwalkkidsfashionmagazine #downsyndrome #downsyndromemodel

Uma publicação compartilhada por Georgia Furlan Traebert (@georgiafurlan.oficial) em 23 de Jun, 2019 às 6:27 PDT

Durante a entrevista, a mãe de Georgia contou que o convite para ser capa da revista australiana aconteceu de maneira espontânea: “Eles entraram em contato com a gente, falaram que acompanhavam o trabalho da Georgia no Instagram e falaram que gostariam muito que ela saísse na revista”, contou Rúbia Furlan, ao site.

A jovem que já desfilou e tem contratos com marcas de roupas famosas no Brasil espera que seu trabalho abra as portas para outras pessoas também com Síndrome de Down. Com toda a repercussão na internet e o número de seguidores crescendo, a carreira de Georgia decolou e foi convidada para gravar um comercial e tirar fotos para um catálogo de joias.

Fonte: Agencia Brasil