Um homem, de identidade e idade não reveladas, foi morto após suposta troca de tiros com policiais militares, na madrugada deste sábado (17), na localidade do Bate Facho, no bairro da Boca do Rio, em Salvador.  

Socorrido pelos PMs para o Hospital Geral do Estado (HGE), ele morreu pouco depois de dar entrada na unidade de saúde. De acordo com as informações registradas pelos próprios policiais, das Rondas Especiais (Rondesp) da PM, os militares foram até o Bate Facho após receberam um chamado.

“Ao chegarem ao local, vários homens que lá estavam dispararam suas armas contra os PMs. No revide, lógico, efetuaram disparos”, diz o documento.

O boletim acrescenta, ainda, que os militares encontraram, junto com o suspeito morto, um revólver calibre 38 [com número de série LK709609], quatro cartuchos deflagrados, dois intactos, além de “certa quantidade de cocaína e crack”, um aparelho celular da Samsung, uma corrente ‘de metal amarelo’ e um relógio ‘sem funcionar’. 

Por meio da assessoria, a corporação afirmou que militares da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT) Rondesp/Atlântico foram acionados pelo Cicom [190], após populares denunciarem uma festa denominada como paredão, na rua da Bolandeira, localidade conhecida como Bate Facho, Boca do Rio.

E completou: “Quando se aproximaram do local, a guarnição foi recebida por disparos de arma de fogo, onde houve confronto e, após o término dos disparos, um indivíduo foi localizado ferido. Em seguida, o homem, que estava com um revolver calibre 38, foi socorrido para o HGE, porém a equipe médica constatou o óbito”, conclui.

Quanto à arma, a PM afirma que apresentou na Corregedoria da PM, onde a ocorrência foi registrada. Segundo o boletim do HGE, também há um registro na Delegacia de Homicídios Atlântico (DH). 

Fonte: Correio