O sequestro a um ônibus na ponte Rio-Niterói na manhã desta terça-feira (20), que terminou com a morte do sequestrador, provocou preocupação na população. Mas, para as pessoas que ficaram presas no quilométrico congestionamento que se formou nos dois sentidos da rodovia, virou um momento de lazer.

Em imagens que circulam nas redes sociais, pessoas aparecem entre os carros fazendo diversas atividades, como jogando futebol, baralho, soltando pipa e vendendo produtos.

Entenda

O sequestro começou por volta das 5h30 desta terça. Armado, o homem ordenou que o motorista da Viação Galo Branco estacionasse o veículo atravessado na ponte.

O ônibus faz parte da linha 2520, que sai do Jardim Alcântara, em São Gonçalo, em direção ao Estácio, na região Central do Rio.

Fonte: Agencia Brasil