Pessoas que frequentaram uma casa noturna em Florianópolis, Santa Catarina, no dia 9 de agosto, podem ter contraído sarampo no local. Isso, porque entre elas estava uma que teve a confirmação da doença, conforme informou a Vigilância Epidemiológica de Florianópolis informou nesta quarta-feira (21).

A partir desta hipótese, a Vigilância Epidemiológica solicitou que quem esteve na casa noturna John Bull Floripa faça contato com o órgão. O procedimento seria padrão para que a transmissão do Sarampo seja interrompida. Santa Catarina possui 15 casos confirmados de Sarampo em 2019.

O Ministério da Saúde contabilizou até o momento 1.226 casos da infecção entre 12 de maio e 3 de agosto. Do total, 1.220 estão concentrados em SP, 4 no Rio, 1 na Bahia e outro, no Paraná. Há ainda 6.678 casos em investigação. Desde o início do ano, foram confirmados 1.322 pacientes com a infecção, 95% dos quais nos quatro Estados que atualmente estão em situação de surto.

Fonte: Agencia Brasil