Com o objetivo de proporcionar mais qualidade de vida ao Centro Histórico, foi criado neste sábado (24) o Conselho de Moradores do Centro da Cidade de Salvador. A assembleia aconteceu na Biblioteca Pública dos Barris com mais de 80 representantes de bairros como Santo Antônio Além do Carmo, Saúde, Nazaré, Barbalho, García e Dois de Julho.

“O Centro Histórico está muito abandonado, vem sofrendo todo tipo de depreciação. Pela primeira vez, toda a comunidade está se unindo para uma luta em conjunto. Isso é um marco”, destacou o vice-presidente do conselho, o psicólogo e professor de yoga Antônio Ferreira de Oliveira, 64 anos. “Todo mundo se reuniu nesse desejo de fazer alguma coisa pelo Centro Histórico”, completou.

No evento deste sábado (24), foi aprovada a chapa de diretoria e daqui a 15 dias será realizado um seminário de planejamento do conselho, que inclui a criação de um canal direto com os moradores e quem quiser participar. Além de combater a poluição sonora, o grupo foi criado para buscar outras melhorias para os bairros da região, que dizem respeito a segurança, limpeza e estrutura.

“O Centro está acabado. Ou tomamos uma atitude como moradores, ou a situação vai piorar”, convocou a presidente do conselho, Ivonete Bispo, 65, moradora dos Barris há 22 anos. “Nossa ideia é a união das pessoas, dos moradores, das associações, dos comerciantes. Temos que ser parceiros do poder público, mas não sem cobrar. Precisamos de qualidade de vida em Salvador”, defendeu.

Fonte: Correio