O técnico Carlos Amadeu admitiu que errou nas substituições no duelo deste sábado (24), no qual o Vitória empatou em 0x0 com o América-MG no Barradão. Foi o segundo empate sem gols seguido do rubro-negro em casa na Série B.

“A nossa intenção no intervalo foi transformar o time, deixá-lo mais ofensivo. Colocar o Nickson e aproveitar o apoio do Chiquinho. Mas o tiro saiu pela culatra nesse momento. Reconheço que não fui feliz na substituição”, disse o treinador em entrevista coletiva após a partida.

O Leão teve uma ótima atuação no primeiro tempo, e por pouco não abriu o placar. No intervalo, o treinador recuou Chiquinho, que vinha atuando bem como meia, para a lateral esquerda e colocou Nickson no lugar de Capa. A partir daí, a equipe perdeu o poder de criação.

Amadeu deixou o campo sob protestos da torcida. “Fui chamado de burrro, mas isso faz parte do contexto. Tentei acertar o time, transformá-lo em mais ofensivo, mas percebi que a coisa não andou como eu gostaria que tivesse andado”.

“Assumo essa responsabilidade. Acho que a gente perdeu um pouco e Nickson só foi melhorar no finalzinho do jogo”, completou Amadeu.

O técnico, porém, destacou aspectos positivos da partida: “Acho que a gente entrou [em campo] com um time que teve um controle do jogo melhor do que nas partidas anteriores, o que era o nosso grande objetivo. Criamos quatro grandes chances no primeiro tempo”.

Amadeu segue invicto no comando rubro-negro. Porém, depois de estrear com vitórias sobre Paraná e CRB, o técnico empatou duas seguidas em 0x0, contra o América-MG na última quarta-feira (21) e neste sábado com o Operário.

Ele acabou questionado sobre o motivo de não ter repetido a escalação usada contra o CRB: “A gente jogou bem defensivamente [contra o CRB], mas não teve a bola. Hoje [contra o Operário] nós tivemos a bola no primeiro tempo e criamos as chances de gol”.

“Eu prefiro jogar assim, tendo a bola, o controle de jogo e criando as chances de gol. Mas tenho a consciência de que, nos dois jogos que ganhamos, não tivemos a bola. Então estou tentando dar um jeito de ter os dois juntos: a posse de bola e ganhar”, completou.

O próximo compromisso do Vitória de Amadeu é na terça-feira (27), às 19h15, fora de casa, contra o Coritiba.

Fonte: Correio