Mais de 70 iniciativas foram realizadas em Fazenda Coutos durante o projeto ‘Tô na Área, que reuniu representantes dos principais órgãos da Prefeitura neste sábado (24), no Subúrbio Ferroviário. Vistorias, autorização de novas obras e oferta de serviços públicos estão entre as ações que foram acompanhadas pelo vice-prefeito Bruno Reis, que passou a manhã no bairro.

Também secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis entregou dois campos de futebol reformados em Fazenda Coutos, com investimento de R$ 300,6 mil. O vice autorizou ainda o serviço de requalificação asfáltica na Rua Almirante Mourão de Sá, para a qual a Prefeituras vai destinar R$ 1,2 milhão, assim como a implantação de iluminação em LED na Rua Santos Dumont.

Bruno Reis partiu em caminhada até a Escola Municipal de Fazenda Coutos, onde foi realizada mais uma edição da Prefeitura-Bairro Itinerante. Ao lado dele, estavam diversos líderes comunitários, além do deputado federal João Roma, os vereadores Luiz Carlos, Sérgio Nogueira e Alberto Braga, licenciado desde que assumiu a presidência da Companhia de Governança Eletrônica (Cogel).

Na unidade de ensino, a gestão municipal prestou mais de mil atendimentos à população, que contou com diversos serviços, como testes de glicemia, exames de pressão, atendimento médico, orientação jurídica, emissão de carteira de trabalho e Cartão do SUS, além de cadastramento em programas sociais, como o Primeiro Passo, Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida.

O vice-prefeito Bruno Reis também vistoriou as obras de construção da Unidade de Saúde da Família (USF) Teotônio Vilela II. De acordo com ele, o equipamento será inaugurado em outubro. “Quando entregarmos mais essa importante iniciativa à comunidade, a região de Fazenda Coutos I, II e III será a primeira da cidade a ter 100% de cobertura da atenção básica”, afirmou.

Coordenado pelo secretário-geral de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro, Luiz Galvão, o “Tô na Área” pretende intensificar a agenda de inaugurações e vistorias técnicas nas comunidades. “É muito bom perceber a repercussão positiva do projeto. Várias pessoas me param e me perguntam quando o ‘Tô na Área’ vai chegar ao bairro delas. Esse é um projeto que veio para ficar”, avaliou.

Fonte: Correio