O Paris Saint-Germain está sem seu trio de ataque titular. Ainda com a indefinição sobre o brasileiro Neymar, que precisa definir o seu futuro nesta semana por conta do fechamento da janela de transferências no próximo dia 2 de setembro, o técnico alemão Thomas Tuchel perdeu de uma vez só neste final de semana os outros dois atacantes: o francês Kyllian Mbappé e o uruguaio Edinson Cavani – por lesão muscular.

Em um comunicado oficial em seu site e nas redes sociais, o departamento médico do Paris Saint-Germain confirmou que Mbappé sofreu um estiramento no músculo da coxa esquerda no segundo tempo da goleada do time de Paris sobre o Toulouse, pelo Campeonato Francês, e ficará de fora por, no mínimo, quatro semanas.

Confirmadas as datas, Mbappé perderá a estreia do Paris Saint-Germain na Liga dos Campeões da Europa que acontece no mês que vem – jogo que também não terá Neymar, se ficar no clube, por conta de punição após postagens na partida contra o Manchester United em março.

Além disso, também perderá a partida contra o Metz, nesta sexta-feira, pelo Campeonato Francês, as partidas pela seleção francesa contra a Albânia, no dia 7, e contra Andorra, no dia 10, pelas Eliminatórias para a Eurocopa de 2020, e outra disputa do torneio nacional contra o Strasbourg, no dia 15.

O caso de Cavani é um pouco melhor que o de Mbappé, mas o uruguaio será desfalque por três semanas por causa de dores no músculo do quadril. Sua lesão ocorreu logo no início da partida contra o Toulouse. Tuchel, inclusive, protestou após a partida em que perdeu dois de seus principais jogadores. “São muitas! Procuramos (explicações) e continuaremos procurando (os motivos)”, disse.
 

Fonte: Correio