O Palmeiras tinha a vantagem de jogar por um empate, abriu o placar sobre o Grêmio, mas levou a virada em menos de cinco minutos e foi eliminado nas quartas de final da Copa Libertadores. Na noite desta terça-feira, os gaúchos venceram por 2×1 e terão como adversários na semifinal Internacional ou Flamengo, que se enfrentam quarta-feira (28) no Beira-Rio, em Porto Alegre. 

O duelo decisivo entre Palmeiras e Grêmio foi realizado no Pacaembu, já que o Allianz Parque recebeu shows da dupla Sandy e Junior no fim de semana. O estádio municipal teve quase 35 mil pagantes, e os alviverdes chamaram o time de “sem vergonha” após o apito final. 

Com a vantagem por ter vencido por 1×0 em Porto Alegre, o Palmeiras iniciou a partida em cima do Grêmio. Logo nos primeiros minutos, Luiz Adriano exigiu boa defesa de Paulo Victor. Ambos voltariam a aparecer aos 13, quando o time alviverde abriu o placar. Dudu cruzou, Gómez cabeceou, Paulo Victor afastou mal e Luiz Adriano aproveitou o rebote para marcar. Foi o primeiro gol do atacante em seu terceiro jogo pelo clube.

Enquanto a torcida alviverde comemorava, o Grêmio chegou ao empate. Jean Pyerre cruzou e Everton Cebolinha apareceu atrás da zaga palmeirense para mandar para o fundo da rede aos 17.

O banho de água fria ficou ainda mais gelado quatro minutos depois. Everton arrancou, Weverton e Luan ficaram indecisos, o atacante conseguiu chutar travado, e o rebote sobrou para Alisson completar com o gol vazio. 

O gol fez o Palmeiras ter de correr atrás do resultado para buscar a classificação. Não que a equipe alviverde não estivesse atacando antes, mas passou a pressionar mais. No fim do primeiro tempo, quase empatou em dois lances. Willian acertou a trave e depois perdeu chance incrível após falha de Paulo Victor na saída do gol.

Na etapa final, o técnico Luiz Felipe Scolari optou por colocar Deyverson no lugar de Willian. A substituição, entretanto, não funcionou. O atacante entrou mal na partida e errou passes e decisões nas jogadas. Para piorar, Luiz Adriano ficou perdido em campo. Zé Rafael e Veiga também entraram depois, mas o Palmeiras continuou sem conseguir levar perigo.

O Grêmio se fechou e apostou nos contra-ataques. Pepê perdeu boa chance ao finalizar por cima do gol de Weverton, mas a equipe já havia feito o suficiente para conseguir a classificação.

As semifinais serão disputadas nas datas-base de 2 e 23 de outubro. No outro lado da chave, é provável que haja um clássico entre os argentinos River Plate e Boca Juniors, finalistas do ano passado. Nesta quarta o Boca recebe a LDU na Bombonera, em Buenos Aires, após ter vencido por 3×0 em Quito. E na quinta-feira o River visita o Cerro Porteño em Assunção. Na ida, venceu por 2×0 no Monumental de Núñez.

Fonte: Correio