Apontado pela Secretaria da Segurança Pública da Bahia como líder de uma facção criminosa que atua na cidade de Maragogipe, no Recôncavo da Bahia, Carlos Douglas dos Santos Pereira, o ‘Carlão’ foi morto na manhã deste sábado (31) durante operação policial. 

Batizada ‘Careta de Marago’, a operação foi promovida pela Secretaria da Segurança Pública e Polícia Federal. Carlão, segundo a SSP-BA, possuía mandado de prisão e se escondia em uma área de mangue. Em julho deste ano, o CORREIO mostrou que a cidade estava dividida por facções criminosas. 

Participaram da ação equipes da Polícia Militar (COOPM,) Bope, Cipe Litoral Norte, Graer, Choque, Draco, COE, 27ª CIPM, Delegacia Maragogipe e da PF. Os policiais cercaram a região do mangue com auxílio de embarcações por volta de 5h quando Carlão e cerca de mais 10 criminosos foram avistados. 

Foto: Divulgação/SSP-BA

“O grupo reagiu atirando e houve confronto. Parte do bando conseguiu fugir pelo mangue, mas Carlão e outro criminoso de prenome Elias acabaram atingidos. Eles foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos. Com a dupla a polícia apreendeu duas pistolas calibre 40, carregadores e munições”, afirmou a SSP-BA, em nota.

Foto: Divulgação/SSP-BA

 Carlão, além de envolvimento com o comércio de entorpecentes e assassinatos, segundo a SSP-BA, praticava também os crimes de porte ilegal de arma de fogo, corrupção de menores e roubo. Ele também usava também as redes sociais para exibir armas e intimidar rivais.

Fonte: Correio