Nesta sexta-feira (30), o Vitória saiu de campo vaiado pelo segundo jogo seguido em casa. A sequência no Barradão, de fato, não tem sido boa: são três empates em 0x0 nos últimos três jogos, o que deixa o torcedor rubro-negro com a sensação de seis pontos a menos na tabela do que deveria.

O rubro-negro empatou nesta sexta com o Botafogo-SP, pela 20ª rodada da Série B. Antes, havia ficado no 0x0 com o América-MG, pela 17ª rodada, e com o Operário-PR, pela 18ª.

Em entrevista coletiva logo após a partida, o técnico Carlos Amadeu reconheceu que a equipe tem deixado a desejar no número de gols. Justificou com isso a escalação de dois centroavantes, Jordy Caicedo e Anselmo Ramon, diante do Botafogo.

“A gente não tem fórmula, não tem resposta pronta. Temos, a cada jogo, uma situação. Hoje, joguei com dois centroavantes. Optei por recuar Chiquinho [para a lateral esquerda] para ter os dois mais à frente. E foi o jogo em que isso menos funcionou, porque a gente praticamente não finalizou. Quando finalizou, foi fora da direção do gol. Às vezes a gente faz a tentativa e funciona, como foi contra o Paraná. Hoje, não funcionou”, disse.

Amadeu diz compreender a cobrança da torcida pelos pontos perdidos no Barradão. “Penso que a pressão aumenta, só que mais pelo histórico da campanha do Vitória. Não é só pelo momento em que estamos. Somamos seis pontos em duas vitórias [contra Paraná e CRB] e depois mais quatro, um fora [Coritiba] de casa e três dentro [América-MG, Operário-PR e Botafogo-SP”.

“Claro que todos querem chegar em casa e fazer prevalecer o mando de campo, mas, quando não é possível vencer, que pelo menos você consiga pontuar e cada dia fugir mais da situação delicada que vivemos no campeonato. Mas a gente tem que sair do foco no negativo e enaltecer tudo o que a gente vem construindo. O time estava levando uma média de dois gols por partida. Este é o nosso sexto jogo, com apenas um gol tomado”, completou.

O próximo duelo de Amadeu no comando do Vitória é na terça-feira (3), às 19h15. O adversário é o Vila Nova, em Goiânia, pela 21ª rodada da Série B.

Fonte: Correio