O novo livro do escritor  Nivaldo Lariú, Pílulas do Riso,  é uma coletânea com cerca de 900 aforismos, frases de efeitos e provérbios  seguindo a linha do humor.  Segundo o autor, que assina também o conhecido Dicionário de Baianês, a obra foi pensada para fazer pensar e provocar o riso no leitor. 
“É como se fosse um remédio para você tomar diariamente e dar uma risadinha, que é sempre bom”, explicou Lariú durante o lançamento, na tarde de ontem, na Livraria LDM no Shopping Passeo.

A capa, que reproduz  uma caixa de remédio, foi idealizada  pela artista plástica e mulher do autor, Janete Kislansky. “Quando ele me falou que eram ‘pílulas de risos’, eu pensei logo em um remédio, como um medicamento. Então, a primeira ideia que veio foi fazer como uma caixa de remédio”, contou Janete.

A ideia do livro surgiu das andanças de Nivaldo pela cidade. O autor brinca que sua  principal rede social  é o centro de Salvador. “Eu ando e vou ouvindo as coisas e depois em casa eu faço as associações com as frases de efeito”, confessou o autor, que sempre  sai de casa com vários papeis no bolso para anotar tudo que ouve.

Muitos amigos de Lariú estavam  no lançamento. O jornalista Fernando Vita, 70, aposta que a nova obra vai ser tão grande quanto o Dicionário de Baianês. “Nivaldo Lariú representa o que a Bahia tem de melhor”, elogiou.
 

Fonte: Correio