O Consórcio Terminal Rodoviário de Salvador, formado pelas empresas Sinart e AJJ Participações, foi declarada vencedora da licitação aberta pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) para construir e administrar o novo terminal rodoviário de Salvador.

O resultado do julgamento de habilitação foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (3). A partir desta quarta-feira (4), começa o prazo de cinco dias úteis para que o resultado possa ser contestado. 

De acordo com a Agerba, a homologação do contrato vai ser assinada na próxima semana. Após a legitimação da transação, o contrato deve ser assinado em até 30 dias.

Ao CORREIO, o presidente da Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (Sinart), Henrique Pedreira, afirmou que o consórcio é formado por uma companhia com expertise em administrar e outra com experiência em construção. “É a união das duas expertises”, disse.

Além do novo terminal, a licitação também permite que o Consórcio opere a rodoviária usada atualmente. O ganhador foi o único a enviar uma proposta para construir e administrar o equipamento. A Sinart já administra o terminal em operação.

O novo Terminal Rodoviário de Salvador, que ficará localizado em Águas Claras, contará com investimento de R$ 120 milhões. O terminal será multimodal com integração entre a futura estação do metrô de Águas Claras, o VLT e o terminal de ônibus urbanos e metropolitanos.

A previsão é de que 39 mil passageiros circulem diariamente na nova rodoviária.

*Com orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro

Fonte: Correio