(Fotos: Reprodução)

O youtuber Felipe Neto criticou, em suas redes sociais, a decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) por derrubar a liminar que impedia fiscais da Prefeitura do Rio de recolherem livros considerados impróprios para adolescentes na Bienal Internacional do Livro, que acontece na cidade.

Na quinta-feira (5), o prefeito Marcelo Crivella pediu a retirada de uma HQ que trazia a imagem de dois meninos se beijando por considerá-la ‘imprópria’.

Fiscais chegaram a ir ao evento, mas não encontraram material impróprio. Os exemplares da HQ Vingadores – A Cruzada das Crianças esgotaram. Diversas personalidades criticaram a fala do prefeito. Neste sábado, Felipe Neto patrocinou a distribuição gratuita de livros com temática LGBTQI+, todos comprados por ele.

“Claudio de Mello Tavares, atual Presidente do Tribunal de Justiça, acaba de rasgar a democracia e apoiar o autoritarismo. Ele derrubou a liminar q impedia o recolhimento de livros LGBT pelo Crivella e autorizou a censura!!! Vergonha!”, postou o youtuber.

Em outros dois posts ele pediu que as pessoas que estiverem na Bienal filme a ação dos fiscais.

Fonte: Correio