Após o título da Copa América, a Seleção Brasileira entrou em campo depois de dois meses de hiato para encarar a Colômbia. O amistoso, disputado em Miami, nos Estados Unidos, na noite desta sexta-feira (6), teve como destaque o retorno de Neymar aos gramados. O camisa 10 fez um gol e deu uma assistência, mas o embate ficou mesmo no empate em 2×2. 

Enquanto a equipe canarinho apostava na volta do seu principal jogador, os colombianos lamentavam as ausências de dois importantes nomes do time titular: o meia James Rodríguez e o centroavante Falcao García. 

Mesmo assim, os adversários criaram bastante no início de jogo. Em 15 minutos, foram quatro finalizações, três delas com perigo. Mina e Zapata quase marcaram de cabeça. Cuadrado, por sua vez, passou perto em chute de fora da área. 

Só que o velho ditado entrou em ação: quem não faz, toma. Aos 19 minutos, Neymar, em sua partida de número 98 pelo Brasil, cobrou escanteio com perfeição para o meio da área. O volante Casemiro se movimentou bem, antecipou Tesillo e cabeceou no cantinho de Ospina, que nem se mexeu no lance. 

Não deu nem tempo de festejar. Quatro minutos depois, o lateral-esquerdo Alex Sandro bobeou e fez pênalti infantil ao acertar um chute no peito do atacante Muriel. Ele mesmo foi para a cobrança e deslocou Ederson: bola num canto e goleiro no outro. 

Sem criatividade, o Brasil tomou um susto aos 29 minutos, quando Muriel bateu falta e Roger Martínez mandou pra rede. Por sorte, ele estava em posição de impedimento. 
 
O problema é que o sistema defensivo voltou a dar mole. Zapata recebeu pelo centro e tocou para Muriel na entrada da grande área. O atacante não pensou duas vezes e chutou cruzado, forte, para marcar o segundo gol colombiano no confronto, aos 34. 

Restava ao Brasil esperar o intervalo para tentar corrigir os erros de posicionamento. 

Evolução
Na volta da chuveirada, o técnico Tite optou por manter os mesmos jogadores. Com 13 minutos, Coutinho quebrou a linha de defesa com um lançamento para Daniel Alves. De primeira, o baiano encontrou Neymar no segundo pau. O craque só deu um toque para empatar a partida. Foi o 61º gol dele pela Seleção. 

Com 28 minutos do 2º tempo, Neymar foi derrubado na área por Sánchez, mas o árbitro Ismail Elfath mandou seguir. Como o amistoso não tinha VAR, restou aos jogadores brasileiros ficarem irritados com a arbitragem. 

Depois do gol, Tite colocou Bruno Henrique, Lucas Paquetá e David Neres nos lugares de Coutinho, Firmino e Richarlison, respectivamente, na tentativa de buscar o terceiro gol. 

Apesar da ousadia, o Brasil não conseguiu mais chegar ao gol de Ospina e o empate em 2×2 acabou ficando de bom tamanho para as duas seleções sul-americanas. 

O próximo jogo da Seleção Brasileira será na madrugada de terça para quarta, às 0h, contra o Peru, em Los Angeles.

Fonte: Correio