O presidente Jair Bolsonaro (PSL) passa por uma cirurgia no abdômen, na manhã deste domingo (8). A cirurgia, que está sendo realizada neste momento, ocorre no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. O objetivo é corrigir uma hérnia (saliência de tecido) que surgiu no local onde ele levou uma facada, no ano passado, durante a campanha presidencial.

Essa é a quarta vez que Bolsonaro é operado desde que sofreu o ataque na cidade mineira de Juiz de Fora. A cirurgia é comandada pelo médico gastroenterologista Antônio Luiz Macedo, o mesmo que atendeu o presidente após o atentado, e não apresenta riscos.

Bolsonaro chegou ao hospital logo cedo, na companhia da primeira-dama, Michelle, e um dos filhos, Carlos Bolsonaro. Na noite deste sábado (7), ele fez uma tomografia e se submeteu a jejum de oito horas.

Após a intervenção, o presidente deve ficar cinco dias internado, e dez dias afastado para se recuperar, segundo estimativa do médico. Nesse período, ele deverá usar uma cinta abdominal para ajudar na cicatrização. O vice-presidente Hamilton Mourão vai assumir a Presidência neste domingo (8).

Em nota, o hospital informou que a hérnia incisional do político está localizada na parede abdominal, perto da cicatriz da facada, do lado direito, onde foram realizadas três laparotomias (aberturas na barriga).

O presidente foi esfaqueado no dia 6 de setembro do ano passado. O autor do atentado,Adélio Bispo de Oliveira, foi internado por tempo indeterminado em um manicômio judicial.

Fonte: Correio