Vencedora da última Maratona Cidade de Salvador, Marily dos Santos está confirmadíssima na terceira edição da corrida, que acontece neste domingo (15). Ao todo, serão cinco mil atletas presentes no evento, que tem largadas às 5h30 e 6h, no Farol da Barra.

Serão quatro modalidades: 5km, 10km, 21km e 42km. A última, que dá nome à prova – e que será, mais uma vez, disputada por Marily. Ano passado, a alagoana radicada na Bahia completou o percurso em 2h55min53seg.

Marily foi a campeã dos 42km da Maratona Salvador 2018
(Foto: Mauro Akin Nassor/Arquivo CORREIO)

Entre os homens, o campeão em 2018 foi o pernambucano Marcos Antônio Pereira, que conseguiu o tempo de 2h22min41seg. O atleta também está confirmado na edição 2019 da Maratona Salvador. E não é só ele que vem de fora: haverá representantes de quase todo o Brasil. Além da Bahia e Pernambuco, há corredores de outros 23 estados – as exceções são apenas Roraima e Amapá. 

Marcos Antônio Pereira foi o vencedor da prova entre os homens no ano passado
(Foto: Mauro Akin Nassor/Arquivo CORREIO)

De todos os inscritos,  64% são homens e 36% mulheres. A maior parte está na modalidade dos 5km (34%), enquanto 24% dos participantes escolheram a opção dos 10km. A prova principal terá 17% dos corredores e a meia maratona, 25%.

Veterana
Entre os que percorrerão os 21km, estará Angelina Nascimento, de 54 anos. Cadeirante desde 2000, ela já chegou a se classificar para uma edição dos Jogos Paralímpicos, Rio-2016, mas acabou não competindo.

Angelina disputará a meia maratona
(Foto: Jefferson Peixoto/Secom)

Da Maratona Salvador, participou das duas edições anteriores – e garante que, neste ano, será uma das vencedoras. Para isso, segue uma rotina corrida. “Meu dia começa cedo: normalmente, das 3h às 5h faço um treino na rua. Depois, vou para a academia, das 6h30 às 7h30 e, logo depois, vou para o trabalho”. 

Há 30 anos, ela é guardadora de carros na região da Barra, na Zona Azul. Para os ofícios do dia a dia, usa uma cadeira de quatro rodas convencional. Já para as competições, utiliza um triciclo. A vida no esporte, aliás, começou depois que ela passou a ser cadeirante.

“Eu tive uma contaminação com a água do esgoto, o que levou a uma infecção neurológica. Fiquei, aproximadamente, 1 ano internada. Nunca tinha feito esportes – na realidade, levava uma vida sedentária. Quando fiquei cadeirante, entrei em uma depressão profunda. Um amigo, então, me incentivou a participar da primeira corrida – que, inclusive, foi em uma cadeira comum”, lembra.

A guardadora de carros usa um triciclo nas competições
(Foto: Jefferson Peixoto/Secom)

Depois de Salvador, Angelina já tem planos: estará na Maratona Internacional de Foz do Iguaçu, onde fará a prova inteira no próximo dia 29.

Premiação
Assim como aconteceu na edição passada, a Maratona Salvador possui a maior premiação em dinheiro entre as provas de corrida de rua do Brasil. Ao todo, serão distribuídos nada menos que R$ 163 mil aos vencedores. A bolada maior, de R$ 22 mil, é dada aos campeões das provas de 42km masculina e feminina. Os segundos lugares levam R$ 11 mil e os terceiros, R$9 mil. Há ainda valores para os quartos colocados, R$7 mil, e os quintos, R$ 5 mil.

Ainda pela prova principal, é bom lembrar: os resultados são válidos para o Ranking Brasileiro de Maratonas. Aliás, desde sua primeira edição que a competição faz parte do calendário nacional.

Para os corredores que competem a meia maratona, os prêmios são de R$ 8,5 mil ao primeiro lugar; R$ 5 mil ao segundo; R$ 3,5 mil ao terceiro; R$ 2,5 mil ao quarto; e R$ 1,5 mil ao quinto.

Música
Ao longo do percurso, que vai do Farol da Barra até a Rua Aristides Milton, no bairro de Itapuã, e volta, atrações musicais animarão os corredores participantes da Maratona Salvador. Serão quatro apresentações: a dupla Juan e Ravena (em frente ao Clube Espanhol), o instrumentista Fred Menendez (praça das Gordinhas), os DJs do Old Boys (próximo ao Sesi) e o grupo infantil Malezinho (orla de Itapuã), que integra o bloco afro Malê Debalê.

No fim da linha de chegada, no Largo do Farol da Barra, o grupo FitDance fará uma performance a partir das 11h. E logo depois, às 12h30, a banda Jammil comandará um show em homenagem aos atletas que integraram a terceira edição da corrida.

Trânsito
Por causa da realização da Maratona Salvador, o trânsito sofrerá algumas alterações. A Av. Oceânica – entre a Barra e o Rio Vermelho – será completamente interditada nos dois sentidos, com tráfego desviado para as avenidas Centenário, Garibaldi e Adhemar de Barros.

Em alguns trechos, as faixas serão separadas por grades, com os veículos podendo passar ao lado dos atletas. Isso acontecerá no condomínio em frente à Aeronáutica, em Ondina, e no Rio Vermelho, entre a Travessa Bartholomeu de Gusmão e a Rua da Paciência. Entre o Rio Vermelho e a Pituba, o tráfego também será compartilhado até a Praça Nossa Senhora da Luz, onde será desviado para a Rua Pernambuco.

Ainda haverá interdição completa da via na orla a partir da Praça Nossa Senhora da Luz até à rua Aristides Milton (Largo de Cira), em Itapuã. Motoristas terão como opção a Av. Luiz Viana Filho (Paralela) e outras vias transversais que levam à orla, como as avenidas Pinto de Aguiar, Jorge Amado, Dorival Caymmi e Mãe Stella. No sentido contrário (Itapuã para a Pituba), o fluxo seguirá normalmente.

As interdições no trânsito acontecerão por volta das 3h, por causa da montagem das estruturas e preparação do percurso. A partir das 10h de domingo, o tráfego começa a ser liberado progressivamente começando em Itapuã até a Barra.

Estacionamento e transporte
Para os corredores que irão de carro para a Maratona, haverá opção de estacionamento nas áreas de Zona Azul na região da Barra, localizadas na Av. Almirante Marques de Leão e no lado esquerdo da Rua Marquês de Caravelas, e ainda nas transversais da rua Afonso Celso, utilizando os apps ou adquirindo os tíquetes junto aos operadores. O Shopping Barra também terá vagas para os competidores.

O estacionamento será proibido em todo o percurso da corrida e na Rua do Meio, no Rio Vermelho.

Aos que optarem pelo transporte público, a Secretaria de Mobilidade (Semob) antecipará em 1h a operação de quatro linhas de ônibus, que começarão a circular às 4h de domingo (15). São elas:  Estação Pirajá-Barra 1, Estação Mussurunga-Barra 1, Lapa-Barra Avenida/Barra e Paripe-Barra. As linhas que possuem o trecho da Maratona sofrerão mudanças em seus itinerários de acordo com as interdições da Transalvador.

Entrega dos kits
Os atletas que irão participar da competição podem pegar os kits até este sábado, das 9h às 22h, em uma loja especial montada na praça de alimentação do Shopping Barra (piso térreo). 

Para pegar os materiais, é preciso apresentar um documento de identificação oficial com foto. Se a retirada for feita por terceiros, é necessário mostrar um comprovante de pagamento ou confirmação de inscrição, juntamente com cópia da carteira de identidade do participante.

Atletas que são vinculados à Federação Baiana de Atletismo devem apresentar a carteira da Confederação Brasileira de Atletismo original ou declaração expedida pelo órgão local.

Fonte: Correio