A família de uma mulher, que morreu dentro do banheiro de um hospital de São Paulo, acusa uma equipe médica de negligência. Ela estava no 40° mês de gravidez. O bebê conseguiu sobreviver e passa bem.

Conforme a reportagem da Record TV, a mulher deu entrada no Hospital Público Santo Antônio na última quarta-feira (11) em o trabalho de parto. Ela solicitou que fosse feita uma cesárea, no entanto os médicos entenderam que ela deveria aguardar para que o parto ocorresse de forma natural. Quando a mulher foi tomar banho, ela acabou passando mal e morreu dentro do banheiro. Os médicos fizeram a cesariana, que foi bem-sucedida, e o bebê foi levado para a UTI Neonatal. O estado de saúde dele é bom.

Ainda de acordo com a Record TV, a família disse que pode ter ocorrido negligência. Já a Beneficência Portuguesa de São Paulo, que administra o Hospital Público Santo Antônio, não quis comentar o caso.

Fonte: Agencia Brasil