Fiéis de diversas paróquias de Salvador participaram na manhã deste domingo da 4ª Caminhada pela Paz. Segundo estimativas da Pastoral da Criança, 500 pessoas seguiram a pé, do Santuário da Imaculada Conceição da Mãe de Deus (Irmã Dulce) até a Basílica Santuário Senhor Bom Jesus do Bonfim, levando a mensagem de amor ao próximo contra a violência. 

“Tem muito bairro da cidade que a gente não consegue nem entrar por conta da violência. A última Caminhada aconteceu em 2012 e decidimos retornar esta iniciativa. Queremos levar essa mensagem de paz, tanto com oração quanto com informação”, afirma a coordenadora arquidiocesana da Pastoral da Criança em Salvador, Sheila Pitanga. 

Voluntária da Pastoral, a aposentada Maria Magnalva Barreto, de 62 anos, fez questão de acompanhar a caminhada até Colina Sagrada. “A gente sabe que a paz tem que começar em casa, mas precisamos leva-la para a rua. Fazemos isso para demonstrar a nossa fé e que estamos lutando por um mundo melhor”. 

Quem também participou do movimento foi a professora Genivânia da Silva, de 34 anos. Para ela, atitudes como estas são capazes sim, de fazer a diferença. “A violência está aí em toda parte. O adulto de amanhã é a criança que nós educamos hoje e precisamos transmitir, propagar essa mensagem de paz”, defende. 

Após a caminhada, uma missa foi realizada na Igreja do Senhor do Bonfim, presidida pelo reitor da Basílica, padre Edson Menezes. Também foram distribuídos panfletos com 10 Mandamentos para a Paz na Família.

“É importante fazer com que as mães e pais dessas crianças ajudem a gente a passar adiante esse sentimento de paz, que eles caminhem com a gente”, ressalta ainda a diarista Nires Santos, 48 anos, que acompanhou a caminhada e ainda participou da celebração. “A paz tem que se fazer presente em todos os lugares e somos nós que temos que levá-la”, completa.  
 

Fonte: Correio