Dois homens foram presos nesta segunda-feira (23) em Feira de Santana pela Polícia Civil por suspeita de participação no assassinato do delegado Gesta Dermeval Costa Santos, 58 anos, que atuava em Salvador, durante um latrocínio – matar para roubar. O crime ocorreu sábado (21), no Centro de Abastecimento da cidade.

Foram presos Wilder Conceição de Jesus, conhecido como Nego Lindo, e Kaio Henrique dos Santos França, o Oreia, apontado pela polícia como autor do disparo que matou o delegado. A polícia busca ainda Elenilton Oliveira de Almeida, que segundo relatou Kaio à polícia, está em posse da arma do crime.

Leia mais: Vídeo mostra momento em que delegado é baleado durante assalto em Feira

O delegado morreu após reagir a uma tentativa de assalto na Central de Abastecimento, no Centro da cidade. Santos não estava em serviço e, por volta de 12h45, fazia compras com o primo Edson Andrade Ribeiro, no setor de frutas e verduras, quando foi surpreendido por um homem que portava uma arma de fogo e anunciou o assalto. 

De acordo com informações do Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindpoc), o delegado, que era lotado na Delegacia de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (Dreof) de Salvador, reagiu e foi baleado pelos assaltantes na região da barriga. Edson logo o conduziu para o Hospital São Matheus, mas ele não resistiu e morreu na unidade. Dermeval entrou para a polícia no ano de 1999 e estava perto de se aposentar – no momento, estava de licença prêmio. 

Fonte: Correio