Indicado ao cargo de Procurador-geral da República, o baiano Augusto Aras passa por uma sabatina na Comissão e Constituição e Justiça do Senado, na manhã desta quarta-feira (25). Depois, o nome será submetido ao plenário, em que o indicado precisará do voto de 41 dos 81 senadores. 

A cada cinco senadores, ele deve responder às perguntas da população, que enviaram perguntas pelo canal e-cidadania.

Acompanhe ao vivo:

Ao indicá-lo para a chefia do MP, o presidente Jair Bolsonaro rompeu a tradição de escolher alguém da lista tríplice. Aras não ficou entre os 3 primeiros da eleição interna feita por procuradores da República. 

Fonte: Correio