Criado para oferecer serviços sociais básicos às pessoas que estão temporariamente sem lar em Salvador, o Núcleo de Ações Articuladas para População em Situação de Rua (Nuar) foi inaugurado na tarde desta quarta-feira (25), no bairro do Comércio.

O evento de entrega do equipamento, que ocupa três pavimentos do Edifício Isadora, na Rua do Corpo Santo, próximo à subida da Ladeira da Montanha, contou com a presença do prefeito ACM Neto, que destacou a importância do equipamento.

“Esse é um espaço de encontro, de acesso a direitos, exercício da cidadania, de permanente apoio e suporte a pessoas em situações de rua. Isso porque aqui essas pessoas terão acesso mais fácil e rápido a políticas públicas como o bolsa família, o SUS, uma série de ações”, comentou Neto durante a inauguração, acompanhado da secretária da Promoção Social e Combate à Pobreza Ana Paula Matos, do secretário de Saúde Leo Prates e do secretário de Infraestrutura e Obras Públicas e vice-prefeito Bruno Reis, entre outras autoridades.

Serviços como acolhimento transitório, Cadastro Único (CadÚnico); atendimento psicossocial, orientação jurídica, impressão do cartão do SUS, Bolsa Família e atendimento do SIMM serão oferecidos no local.

Com capacidade para atender 250 pessoas por dia, o investimento anual no núcleo será de R$ 798.821,60. O Nuar contará, ainda, com um Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da política municipal voltada para acolher e cuidar das pessoas sem lar e em condição de total vulnerabilidade.

Equipes multidisciplinares formadas por assistentes sociais, psicólogos e advogados estarão à disposição da população de rua no local.

O espaço contará, também, com profissionais da Sempre e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), atuando em conjunto no atendimento ao público.

Durante o evento, o prefeito destacou, ainda, a importância da realização de investimentos na área social.

“Nós temos mobilizado o maior volume de investimentos da história da nossa cidade. Felizmente, estamos com um padrão cada vez melhor das nossas unidades, sejam as que funcionam ao longo do dia, sejam as nossas unidades de acolhimento. A pessoa que bater aqui nessa porta vai encontrá-la sempre aberta e com o suporte necessário para dar o encaminhamento que aquela pessoa precisa”, acrescentou Neto.

SAC
Durante o evento, a secretária Ana Paula Matos deu mais detalhes sobre o conceito do espaço, uma iniciativa considerada por ela como pioneira. “É uma espécie de SAC ou Prefeitura-Bairro para a população de rua, com diversos serviços, atendimentos de psicólogos, advogados, assistentes sociais, salas para capacitações. É um verdadeiro espaço para discussão de direitos e acesso a serviços mas, sobretudo, aos direitos sociais”. 

Titular da pasta responsável pelo novo projeto, Ana Paula destacou a importância de um espaço como o Nuar e deixou em aberto a possibilidade de criação de novos centros como o que foi inaugurado nesta quarta.

“Esse é um serviço inédito no país. Muitas vezes numa repartição pública existe código de vestimentas, e a pessoa que está na rua não se sente à vontade. Aqui, o espaço é deles, da forma como a pessoa chegar, ela será bem atendida. Estamos preparados para atender 250 pessoas por dia. Se a demanda for maior, podemos até pensar em novos núcleos como esse”, destacou.

Entre os que acompanharam a inauguração, líderes de movimentos sociais elogiaram a nova iniciativa da administração municipal.

“É difícil viver na rua sem nada. Ter um lugar de acolhimento, onde você pode buscar serviços, é muito bem vindo. É muito positivo que a prefeitura tenha decidido investir recursos próprios para garantir direitos”, afirmou Laércio Pereira, um dos líderes do Movimento População de Rua.

*Com supervisão da editora Mariana Rios.

Fonte: Correio