A barragem TB01, localizada em Nossa Senhora do Livramento (MT), rompeu na manhã desta terça-feira (1). Duas pessoas que trabalhavam no local ficaram feridas e foram removidas a hospitais.

Segundo a ANM (Agência Nacional de Mineração), a estrutura contém rejeito proveniente de lavra de ouro e tem altura de 15 metros e volume armazenado de 582.171,51 m³. 

Além do rompimento do dique, houve espalhamento de parte do material que estava sendo armazenado na bacia de contenção da barragem. O material escoou por uma área com vegetação que varia de 1 a 2 km, a partir do pé do talude onde ocorreu a ruptura.

A mancha de rejeitos derrubou um dos postes da rede de alta tensão que atende a região. A distribuidora de energia já tinha sido acionada, antes da chegada da equipe da ANM, e já havia providenciado o desligamento da rede para evitar outros acidentes.

Uma equipe da empresa realiza as primeiras operações e a construção de uma contenção para evitar que os rejeitos avancem por uma área maior. A ANM interditou e autuou o empreendimento e continua no local inspecionando a área para identificar possíveis riscos. 

A barragem está inserida na Política Nacional de Segurança de Barragens, e era considerada de dano potencial baixo e categoria de risco baixa. As inspeções realizadas nunca reportaram qualquer anomalia.

Há oito meses, uma barragem se rompeu e pelo menos outra transbordou na sequência, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o último balanço, 249 morreram e 21 continuam desaparecidas.

Fonte: Agencia Brasil