Foto: Reprodução/Instagram

A identidade do homem que estuprou a atriz Demi Moore, quando ela ainda era uma adolescente de 15 anos, foi revelada pelo jornal inglês The Sun. Basil Doumas pagou 500 dólares à mãe da atriz para praticar o ato.

A situação foi revelada por Demi Moore em seu livro ‘Inside Out’. Na obra autobiográfica, ela menciona o homem como Val Dumas, um pseudônimo. O jornal, no entanto, descobriu que esse era o apelido do estuprado.

Val Dumas era, na verdade, Basil Doumas (Foto: Reprodução)

Basil era amigo da família da atriz, além de se proprietário da boate La Cage Aux Folles, que fez grande sucesso nos anos 1970.

Após conhecer Demi em um almoço, ele passou a persegui-la, indo à escola onde ela estudava.

No livro, Demi conta que um dia chegou em casa e o ‘Val Dumas’ já estava lá. Ele tinha dado o dinheiro à mãe da atriz, Virginia King, para cometer a violência sexual.

No livro, a atriz também conta como descobriu que seu padrasto, Dan Guynes, não era seu pai biológico. Ela só soube disso aos 13 anos, quando leu sua certidão de nascimento. Guynes, na foto abaixo com a pequena Demi e a ex-mulher, cometeu suicídio em 1980, dois anos depois de se separar de Virginia.

Foto: Reprodução

Fonte: Correio