O empate sem gols entre Bahia e São Paulo, na noite desta quarta-feira (9), foi marcado por um episódio de violência no entorno da Fonte Nova. Antes do início da partida, uma torcida organizada do Bahia arremessou um artefato explosivo no local em que se concentrava a torcida do time paulista.

Ao site Globo Esporte, policiais do Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe) relataram que sete pessoas foram feridas pelos estilhaços, entre elas três crianças. As vítimas foram atendidas por uma ambulância e liberadas logo depois.

Dois membros da Torcida Organizada Bamor foram conduzidos para prestar depoimento, entre eles o presidente do grupo, Luciano Venâncio.

Fonte: Correio