Um ônibus foi atravessado no bairro de Rio Sena, no início da manhã desta quinta-feira (10). Desde que um grupo de policiais militares anunciou uma greve, na última terça (8), alguns casos aconteceram em Salvador. Apesar do anúncio, o Comando da PM afirma que o policiamento continua normal. 

Uma moradora do bairro contou, em entrevista à TV Bahia, que o veículo foi atravessado por volta das 5h. Os homens que fizeram a ação, fugiram levando as chaves do veículo. 

Na noite dessa quarta-feira (9), um outro ônibus também foi atravessado na Avenida Paralela, na altura da loja Ferreira Costa. 

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) que essas ocorrências são “são semelhantes aos casos registrados contra bancos e outros ônibus”. O órgão disse ainda que investiga as ações e que elas não têm ligações com traficantes. 

Confira a nota completa da SSP:

“A Secretaria da Segurança Pública informa que os relatos de homens em motocicletas praticando atos de ‘terrorismo’ são semelhantes aos casos registrados contra bancos e outros ônibus. Destaca que a Polícia Civil investiga os atos e que eles não têm ligação com tráfico de drogas. Acresencenta que as atitudes ilícitas, segundo investigações, possuem ligação direta com o grupo que convoca greve e busca instalar o caos”. 

Fonte: Correio