A Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro emitiu nota, na noite desta segunda-feira (4), em que defende o sigilo do inquérito sobre os assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes.

A Polícia Civil “reafirma a importância da manutenção do sigilo em que o inquérito vem sendo conduzido pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC)”, começa a nota. “Para a instituição, o segredo de Justiça é extremamente necessário para que as investigações transcorram com tranquilidade e isenção. Por esse motivo, o sigilo do inquérito continuará sendo respeitado em inarredável observância às leis”, conclui a nota.

Fonte: Agencia Brasil