Estabelecer parcerias e conexões para viabilizar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) foi o principal ponto defendido por representantes da indústria, sociedade civil e governos municipal e estadual durante o painel Desafios e avanços para alcançar as metas da Agenda 2030 da ONU. O debate foi realizado nesta sexta-feira (8) durante a abertura oficial da Virada Sustentável Salvador, maior festival de cultura, mobilização e educação para a sustentabilidade da América Latina, que acontece até domingo (10). 

A discussão contou com a participação do Diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem Jorge Soto, do Secretário de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis) André Fraga, da coordenadora de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente do Estado (Sema) Zanna Matos e de Bruno Ramos, do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve). Durante o debate, mediado pela diretora da Aganju, Leana Mattei, eles apontaram a importância da união de todos os setores na mudança de práticas e promoção de ações sustentáveis.

“A sustentabilidade é um grande desafio e as empresas devem se engajar positivamente buscando soluções para isso. Mas também não conseguirá fazer sozinha. A Virada é uma forma de mobilizar outras partes interessadas e fazer algo coletivamente que inspira transformação”, defendeu Soto. De acordo com o secretário da Secis André Fraga, as parcerias e conexões permitem potencializar as ações do poder público, alçando resultados mais representativos.

Já Zanna Matos e Bruno Ramos ressaltaram que o desenvolvimento sustentável deve ser pensado sem excluir os diferentes atores da sociedade, diminuindo as desigualdades sociais. “Não conseguimos avançar em sustentabilidade sem combater a desigualdade”, ressaltou Bruno. 

Festival
Com o tema “O Centro Pulsa – a vida em movimentos”, a Virada Sustentável ocupa mais de 50 espaços de Salvador com mais de 300 atividades gratuitas. As ações culturais e de sustentabilidade promovem uma reflexão sobre os 17 ODS, entre eles bem-estar, igualdade de gênero, redução das desigualdades e consumo e produção responsáveis. Este último inspirou o projeto “Reciclar é Transformar”, iniciativa educativa e lúdica que ensina sobre o processo de reciclagem. 

O equipamento, instalado pela Braskem no Terreiro de Jesus, demonstrará o passo a passo da transformação do resíduo plástico em um novo produto. O espaço funcionará entre sábado (9) e domingo (10), das 9 às 17 horas.

A programação da Virada Sustentável também prevê recitais de poesia, shows, oficinas, intervenções artísticas nas ruas e exposições.

Fonte: Correio