Uma película capaz de produzir energia solar, controlar a luminosidade e proporcionar conforto térmico de uma única vez. Trata-se do Filme Fotovoltaico orgânico, que está sendo testado pela primeira vez no Brasil no Shopping da Bahia.  O projeto é resultado da parceria entre a Aliansce Sonae, administradora do shopping, e a Sunew, empresa brasileira fabricante Filmes Fotovoltaicos Orgânicos, que adesivou o SUNEW FLEX™ em toda superfície da claraboia do terceiro piso.

O filme será capaz de bloquear aproximadamente 99% dos raios ultravioletas e 75% dos raios infravermelhos, proporcionando maior conforto térmico, economia no sistema de refrigeração e controle de luminosidade. O produto mantém cerca de 30% de transparência.

“Desenvolvemos aqui no Brasil essa tecnologia que está revolucionando o design e a arquitetura sustentável. O nosso produto se diferencia das tecnologias tradicionais de energia solar porque nosso material é muito leve, flexível, bonito e tem em bom desempenho em superfícies verticais.”, afirma Tiago Alves, CEO da Sunew. Vale salientar que o produto consiste num filme fino, leve, flexível e resistente, produzido com materiais não tóxicos e recicláveis, que transforma luz do sol em energia.

Entre os diferenciais do produto, a versatilidade é o principal. É possível aplicá-lo em qualquer área: claraboias, fachadas de prédios, coberturas de estacionamento, veículos e mobiliário urbano. O material é customizável em tamanho, formato e cor e, portanto, possibilita geração de energia limpa sem comprometer o design das edificações. Segundo Alves, a perspectiva é que essa tecnologia em breve chegue também ao consumidor residencial.

“É gratificante ter parceiros como o Shopping da Bahia do grupo Aliansce Sonae neste projeto pioneiro que colabora para a tendência mundial de Green Buildings, buscando neutralizar a pegada de carbono nos grandes centros urbanos”, destaca.

Para o gerente de manutenção do Shopping da Bahia, Antônio Carvalho, o uso da película agregará ainda mais valor ao sistema do empreendimento comercial que, desde 2005, se utiliza de um sistema misto de produção de energia por meio de uma termoelétrica própria, numa parceria com a Bahia Gás, que usa o gás natural. “O consumo de energia do shopping corresponderia ao consumo da quinta maior cidade do estado e essa constatação nos deixou em alerta para encontrar alternativas que nos garantisse confiabilidade. Hoje, temos 99% de disponibilidade de uma energia limpa”, comemora, ressaltando que a água gelada resultante da termoelétrica ainda é usada para o ar condicionado do próprio shopping.

Cada metro quadrado de SUNEW FLEX™ evita a emissão de 120 Kg de CO2 na atmosfera por ano. “Os consumidores cobram cada vez mais um papel ativo e ações concretas por parte das empresas em prol da sustentabilidade e agora estamos apresentando mais esse incremento”, finaliza Carvalho. 
 

Fonte: Correio