O triunfo do Bahia sobre o CSA, neste domingo (1º), no estádio Rei Pelé, em Maceió, veio em tom de alívio. O gol que quebrou a sequência de nove jogos sem vencer só saiu aos 40 minutos do segundo tempo, com Arthur Caíke.

Após o apito final, os jogadores comemoraram bastante o resultado. O lateral Moisés lamentou que a busca por uma vaga na Libertadores ficou difícil após o desempenho ruim no segundo turno, mas afirmou que o time vai lutar até o fim.

“Sabíamos da dificuldade, muito tempo sem vencer. Mas essa tempestade passou, vencemos, graças a Deus. Estamos vivos ainda, o sonho da Libertadores está muito apertado, mas vamos jogar os dois jogos”, disse o lateral, que teve o coro reforçado pelo zagueiro Juninho.

“É um ponto muito importante, o time estava precisando desse triunfo, ainda mais fora de casa. Isso dá força para a gente na quinta-feira, em casa, conseguir mais um triunfo para terminar bem o ano”, analisou o defensor.

O atacante Artur aproveitou para destacar a garra da equipe, que mesmo com um jogador a menos conseguiu buscar o resultado.

“Ufa, essa é a palavra. Depois de nove jogos a palavra é essa. O resultado mostrou a força da equipe, com um a menos a gente conseguiu sair no contra-ataque, o Arthur Caíke foi feliz no gol”, disse ele.

Depois do duelo em Maceió, o Bahia volta aos gramados na quinta-feira (5), quando recebe o Vasco, às 18h, na Fonte Nova, na penúltima rodada do Brasileirão.

Fonte: Correio