A temporada de Verão chegou e com ela não apenas as praias que ficam lotadas. O clima e astral de Salvador que muitos procuram atraem os turistas para toda a capital, que ao chegar se deparam com uma cidade também tomada por eventos de culturais de música e teatro. Exemplos disso são os eventos de Verão do programa Pelourinho Dia e Noite, administrado pela Prefeitura através da Secretaria de Cultura, que acontecerão das quintas aos domingos, até o mês de março. 

Desde a última quarta-feira (8), o Centro Histórico começou a receber as atividades, que variam entre shows, desfiles musicais e interpretações teatrais. No total serão mais de 300 artistas se apresentando e um público estimado em 60 mil pessoas. Na noite de desta quinta (9), foi a vez do Viradão do Samba voltar aos principais largos do Pelô, com três apresentações simultâneas que, no fim, se encontraram na Praça da Sé.

“É um verdadeiro Axé, já dá pra sentir o clima, emoção e a energia positiva daqui”, contou o turista capixaba Erivan Garioli, 57, acompanhado da esposa Eliza, que chegaram quarta na cidade para comemorar a segunda lua de mel juntos. “É muito emoção em pouco tempo aqui. Quando cheguei e vi tudo isso já me senti em casa”, contou Eliza, ao comparar o samba na Praça da Sé com o ritmo escutado em Vitória.

A atração musical no espaço próximo à Cruz Caída ficou por conta do grupo Remandiola Baiana, comandada pelo cantor Jota Zô, que lembrou com muito carinho de todas vezes que se apresentou no Centro Histórico. “Fica difícil encontrar uma palavra que defina o que é tocar um samba no Pelourinho.  Encontrar com o povo que vem até aqui para celebrar e cantar samba, esse é o maior cachê que eu posso receber”, brincou o vocalista. 

Logo embaixo, no Largo do Pelourinho, quem comandava a festa era o grupo Samba de Verdade, que ditava as passadas de uma dupla que tem o samba no pé. Bárbara Carvalho, 53, foi com a filha Fernanda, de 28 anos, só para acompanhar o som no Pelô. Presente desde a edição do ano passado, Fernanda acredita que eventos como esse acabam sendo um grande atrativo na cidade, que difundem o samba, e até que poderiam acontecer com mais frequência: “mais samba de graça! ainda mais para o turista, que encontra um evento como esse e o passeio acaba valendo mais a pena. É a cara de Salvador isso aqui”. 

E esse é um sentimento compartilhado por Constância Amaral, 56, que já morou por aqui mas hoje vive em São Paulo. Para ela, agora com uma visão de quem vem de fora, os concertos musicais no Centro Histórico trazem uma energia diferente para quem não está acostumado, por isso acabam se intensificando nessa época do ano.  

Variedade
Conduzido por Eliana Pedroso, diretora de Gestão do Centro Histórico e responsável pela concepção e realização do Pelourinho dia e Noite, a programação na temporada de Verão reúne, a cada dia, um evento diferente. Após o Viradão do Samba, hoje é o dia do projeto Poti (Polo Itinerante de Teatro) apresenta o espetáculo initinarente que homenageia Jorge Amado. Escrito e dirigido por Edvard Passos, o musical reúne grandes nomes da literatura de Jorge Amado, como os personagens Tieta, Tereza Batista e Vadinho (do clássico Dona Flor e Seus Dois Maridos), que interagem e se misturam com a paisagens dos casarões e janelas do Pelourinho. 

“Quando concebemos o programa como um todo, pensamos na diversidade de linguagem artística. O Pelourinho é sempre identificado pela percussão, quando se pensa no pelo se pensa aqui se lembram de percussão”, afirmou Eliana ao falar da República dos Ritmos, projeto que visa valorizar e dar espaço à bandas de percussão das áreas próximas ao Centro Histórico, que desfilam pelas ruas com figurino e instrumentos, tudo produzido. “Esse cotidiano de apresentações faz com que os artistas cresçam artisticamente. É mais amadurecimento, experiência e profissionalismo para eles”, completou a gestora.

Ao todo, serão 106 profissionais diretos e 580 indiretos, 476 postos de trabalho diretos e sete ações no Pelourinho Dia e Noite. O projeto integra o programa Salvador 360, eixo Centro Histórico, e foi criado e coordenado pela Diretoria de Gestão do Centro Histórico, vinculada à Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult). A programação completa estará disponível no site www.pelourinhodiaenoite.com.br. 

*Com orientação do editor Flavio Oliveira

Fonte: Correio