Novo treinador do Barcelona, Quique Setién admitiu nesta terça-feira (14) a surpresa com a contratação, anunciada pela diretoria do clube catalão na noite de segunda (13). O treinador espanhol, que assinou contrato até 2022, disse realizar um sonho ao ter a chance de comandar a badalada equipe e prometeu que será fiel ao “DNA do Barça”.

“As vitórias vêm quando jogamos bem. O melhor jeito de vencer é apresentando um bom futebol e eu quero manter isso por um longo tempo aqui. Eu venho admirando o Barça de fora, pela televisão, nos últimos anos. Eles me fazem gostar ainda mais do futebol, jogo após jogo. Venho analisando o estilo do Barça e vou acrescentar o meu toque e os meus detalhes ao time”, disse Setién, em sua apresentação oficial no clube espanhol. “Eu amo o DNA do Barça”.

O substituto de Ernesto Valverde, demitido na noite de segunda, admitiu a surpresa pela escolha do seu nome para comandar a equipe. “Eu acho que ainda não percebi o que significa estar sentado no banco de reservas comandando o melhor jogador do mundo e seus companheiros”.

“Nem nos meus melhores sonhos eu podia imaginar estar aqui. Eu nunca imaginei que o Barcelona me contrataria. Eu não tenho um grande currículo. O que eu tenho é estas filosofia que amo, mas eu não sabia que seria o suficiente para estar aqui. Este é um dia muito especial para mim”, comentou Setién. “Ontem eu estava no meu rancho com as minhas vacas e hoje eu comandei um treino com os melhores jogadores do mundo”.

O treinador espanhol, de 61 anos, fez questão de exaltar a importância de Lionel Messi para a equipe. “Ele é único e especial. É um luxo para o time e o melhor jogador da história. Posso garantir que o meu time vai jogar bem. Queremos ganhar todos os títulos possíveis, e jogando bem”.

Setién, como ele mesmo admitiu, não tem um currículo de peso, apesar da grande experiência. Foi um meio-campista que atuou por 12 temporadas no Racing Santander. Ele também atuou no Atlético de Madrid, onde venceu a Supercopa da Espanha, além de jogar por Logroñés e Levante.

Como treinador, iniciou a carreira no mesmo Racing Santander, equipe que ajudou a colocar na primeira divisão espanhola em 2002. Em 2017, o novo treinador do Barcelona assinou com o Betis e chegou ao sexto lugar no Campeonato Espanhol, classificando a equipe para a Liga Europa em sua primeira temporada na direção. O segundo ano no clube de Sevilha levou o time até a semifinal da Copa do rei antes de sair em 2019.

Fonte: Correio