Na véspera do primeiro Ba-Vi do ano, Geninho entrou na sala de imprensa da Toca do Leão com a mesma tranquilidade e cordialidade de costume. Simpático e sorridente, ele encarou as câmeras e respondeu a quase todas as perguntas sobre o clássico. Quase. O técnico do Vitória só se recusou a dar a escalação do time que entra em campo no sábado (8), às 18h, na Fonte Nova, pela terceira rodada da Copa do Nordeste.  

“Pode ser que a gente tenha mudanças, mas basicamente não. Início de trabalho, grupo pequeno, tentando ajeitar o time. A maioria dos jogadores está passando por transição na maneira de jogar de seus times para cá. Não penso em mexer radicalmente. Posso mexer uma ou outra peça. A base da equipe não”, afirmou Geninho. Para aumentar o clima de mistério, o clube não divulgará a lista de relacionados como de costume. 

Uma das mudanças pode ser o retorno de Léo Ceará ao time. O centroavante foi titular na estreia do Leão na Copa do Nordeste, no empate sem gols com o Fortaleza, mas foi ‘rebaixado’ ao grupo de aspirantes após não chegar a um acordo com a diretoria rubro-negra sobre a renovação de seu contrato e não participou do empate em 1×1 com o Sport no último sábado (1). No entanto, na última segunda-feira (3), ele voltou a treinar com o elenco principal. Segundo Geninho, a ausência do atacante na rodada passada do regional se deu por causa de um incômodo no joelho. 

“Só um esclarecimento. O Léo não jogou esse último jogo porque estava lesionado. Ele estava numa negociação, mas essa negociação já tinha sido equacionada. Ele poderia ser utilizado, mas ele tinha sentido uma pequena lesão, não estava inteiro e acabou ficando fora desse último”, pontuou Geninho. “Trabalho, está à disposição, treinou ontem, treinamos algumas opções e, como é clássico, a gente faz algumas frescuras e procura não divulgar o time antes. O Léo está à disposição, deve ser relacionado e, como todos, tem chance de entrar”, despistou.

Independentemente de quem vai mandar a campo, Geninho promete um Vitória propositivo e empolgado para disputar o primeiro clássico da temporada. “Todo mundo quer jogo e está motivado. Todo mundo sabe a importância e a grandeza do jogo, é um jogo que todo jogador gosta de jogar. Muito destaque, muita mídia. Time está preparado. Sabendo da responsabilidade que tem, que um resultado pode trazer para dentro do clube. Foi uma semana boa. Todo mundo tranquilo para o jogo, mas com muita responsabilidade”.

Geninho não poderá contar com cinco jogadores para o Ba-Vi. O zagueiro Gabriel Furtado e o atacante Ruan Levine estão lesionados e entregues ao departamento médico rubro-negro. Em fase de transição, o atacante Felipe Garcia apenas deu voltas no gramado no treino dessa quinta-feira. O goleiro Martín Rodríguez e do atacante Jordy Caicedo passaram por cirurgia no joelho e no púbis, respectivamente.

Já os volantes Jean e Rodrigo Andrade estão à disposição do treinador rubro-negro pela primeira vez no ano. Recém-contratado junto ao Corinthians, o primeiro regularizado está semana. O segundo está recuperado de uma lesão na panturrilha.   

Fonte: Correio