A reabertura da visitação do Parque Nacional da Neblina, no norte do Amazonas, deve ocorrer em breve. O Instituto Chico Mendes divulgou na última semana o resultado do edital para operação turística no parque. 

Três empresas foram escolhidas para operar na região: Amazon Emotions, Ambiental Turismo e Roraima Adventures. Os prestadores de serviço precisaram atender aos requisitos do Plano de Visitação Yaripo do parque nacional, aprovado pelo ICMBio em 2018 e pela Funai em 2019. Os operadores vão atuar em parceria com os Yanomamis, responsáveis pela gestão do programa de turismo.

As companhias foram avaliadas quanto à 

– experiência em operações de turismo no bioma Amazônico;

– experiência profissional na realização de turismo em terra indígena ou comunidades tradicionais;

– experiência em operação de turismo de montanha e locais remotos;

– sistema de Gestão de Segurança para a Operação Turística no Pico da Neblina seguindo as diretrizes estabelecidas pela ABNT NBR ISO 21101;

– carta de anuência da Associação Yanomami do Rio Cauaburis e Afluentes – AYRCA com a concordância da operadora turística em prestar o serviço na Terra Indígena Yanomami.

Você pode conferir o resultado do edital no site do instituto.  

Exploração turística

O Pico da Neblina situa-se em uma unidade de conservação que é também território indígena. Desde 2003 ele está fechado à visitação por recomendação do Ministério Público Federal.  Houve um exploração turística desordenada nos anos anteriores, levando à violação dos direitos indígenas e impactos negativos ao meio ambiente.

 

Fonte: Agencia Brasil