Coronavírus: Braskem faz doação para saúde pública e comunidades baianas

A Braskem abraçou a causa do combate ao coronavírus e divulgou uma série de ações que serão feitas na Bahia durante o período da pandemia. Entre as iniciativas, estão doações para o serviço de saúde pública e também para comunidades no estado.

A ação acontece em parceria com outras empresas da cadeia produtiva da química e do plástico e autoridades públicas da Bahia. Em relação à saúde pública, a ideia é que sejam doadas 36,5 toneladas de resina plástica e 30 toneladas de hipoclorito, materiais que ajudam na confecção de máscaras de proteção.

Para fazer os materiais, a Braskem se uniu à Injeplast, indústria de artefatos plásticos, e à Secretaria de Ciência e Tecnologia da Bahia (Secti). A expectativa é que sejam produzidas cerca de 50 mil máscaras do tipo Face Shield, um dos mais seguros para os profissionais de saúde, por promover uma barreira no rosto, impedindo uma infecção através de gotículas. Serão 2,5 utilizadas também toneladas de polietileno para a produção dessas máscaras.

Não para por aí. Para auxiliar na higienização das unidades de saúde de Salvador e da Bahia, a Braskem doou 30 toneladas de sua produção de hipoclorito, derivado do cloro utilizado para desinfectar os ambientes expostos ao vírus.

O material foi encaminhado para as Indústrias Reunidas Raymundo da Fonte, onde serão produzidos 120 mil litros de água sanitária, juntamente com 10 toneladas de polietileno para produção das embalagens de envase.

Outra iniciativa, que acontece em parceria com o Grupo Chiacchio, é a produção de sacos de lixo hospitalar e descartáveis, que vai utilizar 4 toneladas de polietileno e 20 toneladas de polipropileno.

Doações para comunidades
Pensando também em quem sofre com os efeitos da pandemia, a Braskem incluiu na sua série de iniciativas o apoio aos menos favorecidos economicamente.

“Estamos empenhados em contribuir para mitigar os impactos da pandemia no nosso estado, prestando auxílio para as comunidades próximas e para as autoridades, com doações e através dos nossos produtos químicos e plásticos aplicados na limpeza e desinfecção, ou ainda na produção de equipamentos de proteção e descartáveis”, explica Carlos Alfano, Diretor Industrial da Braskem na Bahia.

Na ação, serão doados 8.550 kits de água sanitária, detergente e sabonetes para as comunidades que vivem no entorno das unidades da indústria em Salvador, Camaçari, Candeias, Dias d’Ávila e Simões Filho. Os itens vão beneficiar mais de 34 mil pessoas, que já têm ligação com a empresa por meio de projetos sociais, e que também receberão orientações de como se proteger do vírus. 

O material será entregue nos domicílios das famílias, para evitar que as pessoas saiam de casa e se exponham. As comunidades beneficiadas são: Ilha de Maré, na capital baiana; Parque Florestal, Mangueiral, Jardim Limoeiro e PHOC 3, em Camaçari; Futurama e Leandrinho, em Dias d’Ávila; Passé de Candeias, Caboto, Madeira, Vila Esperança, Boca do Rio e Menino Jesus, em Candeias e Pitanga dos Palmares, em Simões Filho.

A campanha também beneficiará todos os catadores atendidos pelo Programa Ser+, apoiado pela Braskem. Para que essas pessoas possam cumprir o isolamento social sem grande impacto no seu sustento, a indústria vai doar cestas básicas para 175 trabalhadores durante três meses, totalizando a entrega de 525 cestas. O material será entregue em Salvador, Camaçari, Lauro de Freitas e Entre Rios. 

Para que mais pessoas possam ser contempladas, a Braskem lançou um financiamento coletivo para comprar cestas básicas e materiais de higiene para doação a outras 436 famílias de catadores da capital baiana. Haverá ainda arrecadação financeira para auxiliar os idosos do Abrigo São Gabriel e para crianças atendidas pela Associação Beneficente Vó Flor e pelo Instituto CTE Capoeiragem, em Salvador e em Camaçari. Para estes públicos, a doação será de alimentos e produtos de limpeza.

Ação nacional
As ações promovidas pela Braskem acontecem em nove estados brasileiros, incluindo a Bahia. De acordo com a empresa, a resina termoplástica doada pode produzir mais de 60 milhões de máscaras ou mais de 1 milhão de aventais.

Outros materiais que serão utilizados na fabricação das embalagens podem armazenar cerca de 750 mil litros de álcool líquido ou em gel ou 500 mil de álcool em gel, que ficam naqueles dispensers presos em paredes.

Foto: Divulgação

O CORREIO compartilha boas ideias e atitudes de pessoas e empresas dispostas a fazer a diferença para, juntos, superar a tormenta da pandemia de coronavírus. Tem uma boa história? Compartilhe com a gente.

Fonte: Correio