Empresa que teve loja interditada em BH por furar quarentena vai ajudar governo

O secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, informou, nesta quarta-feira (15), que as Lojas Americanas vão custear o voo para o transporte de 53 toneladas de máscaras cirúrgicas, com 15 milhões de unidades, o primeiro lote dos 240 milhões de máscaras com chegada prevista da China. A expectativa é que o material desembarque no Brasil a partir do dia 21 de abril. 

Curiosamente, na última sexta-feira (10) uma unidade da Lojas Americanas foi interditada pela Guarda Municipal, no centro de Belo Horizonte, por descumprimento do decreto do prefeito Alexandre Kalil (PSD) de manter fechados todos os estabelecimentos considerados não essenciais. Por conta da corrida pela compra de ovos de Páscoa, havia aglomeração de pessoas dentro da loja, segundo a prefeitura.

210 novos leitos de UTI

Gabbardo anunciou também que o ministério habilitou, nesta quarta-feira, 210 novos leitos de CTI no país, nenhum deles em Minas Gerais. A pasta também abriu um novo edital para a aquisição de 30 aparelhos de tomografia, que serão doados por um pool de bancos privados do Brasil.

O governo confirmou a chegada de 158 respiradores e 300 mil máscaras N95 hoje ao país em um voo da China, adquiridos por uma empresa privada do setor de celulose. “Há grande participação de empresas – não com recursos financeiros, mas com aquisição de materiais, de testes e de equipamentos de proteção individual”, disse Gabbardo.

Fonte: Agencia Brasil