Hospital Espanhol é reaberto e ganha túnel de desinfecção para profissionais de saúde

O Hospital Espanhol, que estava fechado desde 2014 e reabriu as portas nesta quarta-feira (22), terá um equipamento inovador: um túnel de desinfecção. A unidade receberá exclusivamente pacientes diagnosticados com a covid-19.

Desenvolvido pelo Senai Cimatec, o túnel de desinfecção foi criado com o objetivo de oferecer mais segurança aos profissionais de saúde que trabalharão no local.

O equipamento é feito de alumínio e conta com tubulação de PVC e bicos aspersores, que fazem um processo de nebulização de uma solução de hipoclorito (substância utilizada normalmente para branquear roupas). 

O diretor de Operações do Senai Cimatec, Luis Alberto Breda, explica como funciona o túvel. “O profissional de saúde, ao final do seu turno de trabalho, antes de sair do hospital, passa pelo túnel, que é um corredor de 2,5 metros, ainda com o Equipamento de Proteção Individual, para que possa retirar este EPI com uma maior margem de segurança”, explica Breda.

Essa inovação, segundo destaca o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, será fundamental para evitar que os profissionais da saúde se contaminem com o vírus. “O túnel de desinfecção é uma solução prática e inovadora para fornecer mais segurança para as equipes de saúde que estão tratando os pacientes”.

O equipamento foi desenvolvido sob a supervisão do infectologista Roberto Badaró, pesquisador chefe do Instituto de Tecnologia da Saúde do Senai Cimatec.

Cedido peça justiça federal para que fosse usado no combate ao novo coronavírus, o hospital Espanhol passou por obras de adequação e hoje conta com 220 leitos, sendo 80 leitos clínicos e 140 de UTI. Serão internados na unidade apenas os ifnectados em estado grave.

Fonte: Correio