'Nunca foi moeda de troca', diz Moro sobre permanência de Valeixo na PF

O agora ex-ministro da Justiça Sergio Moro respondeu ao pronunciamento feito pelo presidente Jair Bolsonaro no fim da tarde desta sexta-feira, 24. Pelo Twitter, Moro negou a acusação de Bolsonaro de que a permanência de Maurício Valeixo como diretor-geral da Polícia Federal deveria durar até que Bolsonaro indicasse Moro a uma vaga no Supremo Tribunal Federal. Segundo Moro, a permanência de Valeixo no comando da PF “nunca foi utilizada como moeda de troca”.

“A permanência do Diretor Geral da PF, Maurício Valeixo, nunca foi utilizada como moeda de troca para minha nomeação para o STF Aliás, se fosse esse o meu objetivo, teria concordado ontem com a substituição do Diretor Geral da PF”, tuitou Moro.

Fonte: Correio