'Por enquanto, só lamentar', diz general Villas Bôas sobre saída de Moro

Figura mais popular e influente no setor militar, o general da reserva Eduardo Villas Bôas disse que se “identificou” com o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro. Em declaração ao jornal O Estado de S. Paulo, Villas Bôas rasgou elogios a Moro e evitou comentar sobre a situação política do governo. “Está muito cedo para avaliar as consequências”, ressaltou. “Por enquanto, eu só tenho a lamentar do ponto de vista pessoal.”

O ex-comandante do Exército lembrou que, na assessoria no Palácio do Planalto no início do governo, pode conhecer o ex-juiz da Lava Jato. “Trata-se de uma pessoa que fez história, com base nos princípios éticos, com quem eu me identificava e tinha a honra de desfrutar da amizade”, afirmou Villas Bôas.

Como a quase totalidade da cúpula das Forças Armadas, Villas Bôas nunca escondeu a admiração pelo ex-juiz da Lava Jato. As declarações do general, por sua vez, sempre tiveram forte impacto na área militar. As palavras comedidas costumam indicar rumos no setor. É tanto que, no final de março, o presidente Jair Bolsonaro foi à casa do general, no Setor Militar Urbano, em Brasília, para pedir indiretamente apoio público.

Fonte: Correio