Mortes por coronavírus ultrapassam 4.000 no Brasil, diz Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde informou nesta tarde que o Brasil já registra 4.016 mortes provocadas pelo coronavírus. De acordo com o balanço divulgado pela pasta, só nas últimas 24 horas foram confirmados 346 óbitos, um aumento de 9,4% na comparação com o boletim anterior, quando eram 3.670 vítimas – o recorde diário foi de 407 mortos na última quinta-feira.

Em todo o país, já são 58.509 casos da doença. Considerado o epicentro da doença no Brasil, São Paulo tem 20.004 confirmações e 1.667 mortes de pacientes infectados pelo coronavírus. Em seguida, aparecem Rio de Janeiro (6.828 casos e 615 óbitos), Ceará (5.421 confirmações e 310 óbitos), Pernambuco (4.507 casos e 381 mortes) e Amazonas (3.635 casos confirmados e 287 óbitos).

Conforme o Ministério da Saúde, a tendência é que os números diários cresçam ainda mais entre maio e junho, meses em que devem ocorrer o pico da doença na maioria dos Estados brasileiros. 

Mais cedo, o ministro Nelson Teich divulgou nas redes sociais que quase um milhão de testes rápidos para detectar a doença devem chegar às regiões do país nos próximos dias. O chefe da pasta lembrou que 272 respiradores foram recebidos pelo governo federal e também serão distribuídos entre os Estados. 

Os dados em Minas

Com 1.481 pacientes com confirmações de coronavírus e 58 mortes, Minas Gerais é o décimo Estado com maior número de casos – o índice ainda é o menor de toda a região Sudeste, segundo o balanço. 

Nelson Teich, destacou que o governo termina a semana com o acumulado de entrega de 79 milhões de equipamentos de proteção individual (EPIs) aos profissionais de saúde, 3 milhões de testes rápidos e 272 respiradores. Dos testes rápidos mencionados, quase 1 milhão deve chagar aos Estados “nos próximos dias”, segundo Teich.

 

Fonte: Agencia Brasil