Anvisa aprova realização de testes rápidos de coronavírus em farmácias

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira (28) a realização de testes rápidos de farmácia para diagnóstico de covid-19.

Com a decisão, os testes deixam de ser feitos apenas em hospitais e clínicas. As farmácias interessadas em fazer o teste devem ter um profissional qualificado. Os testes devem ser feitos no próprio local e este profissional de saúde presente vai interpretar o resultado, analisando também outros dados do paciente.

O teste rápido é considerado um auxiliar para o diagnóstico, sem finalidade comprobatória. Por isso, não vai servir para a contagem de casos de coronavírus no país. 

A medida foi aprovada pela diretoria da agência por unanimidade em caráter temporário, enquanto dura o estado de emergência no país. “O aumento (dos testes) será uma estratégia útil para diminuir a aglomeração de indivíduos (em hospitais) e também reduzir a procura dos serviços médicos em estabelecimento das redes públicas”, crê o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres.

Fonte: Correio