Regiões Sul e Sudeste ainda não atingiram pico de casos de coronavírus

As regiões Sul e Sudeste ainda não atingiram o pico de casos contaminados pela pandemia do novo coronavírus, disse o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira. Estimativas do governo apontavam que a pandemia atingiria o ápice entre o fim e abril e o início de maio.

O ministro da Saúde, Nelson Teich, explicou que o país é grande e disse que as estimativas consideram modelos matemáticos que não são infalíveis. “O país é heterogêneo”, disse, em entrevista coletiva.

Apesar de não cravar uma previsão, Wanderson ressaltou que a maioria das contaminações por doenças respiratórias costumam ocorrer nas semanas epidemiológicas 22 a 27 no Brasil. Hoje, o país está na semana 20, segundo ele.

O secretário disse ainda que a campanha de vacinação contra a gripe teve forte adesão e pode ser considerada bem-sucedida pelo governo. Embora sejam doenças distintas, a vacinação contribui para reduzir internações em hospitais.

Fonte: Agencia Brasil