Em uma semana, acolhimento psicológico online gratuito atendeu mais de 800 pessoas

Os psicólogos voluntários da plataforma Psiu Acolhimento já realizaram 835 acolhimentos desde que o espaço digital foi lançado pela Prefeitura na última segunda-feira (27). A ação é voltada para pessoas que sofrem com ansiedade, depressão e outros problemas durante o período de distanciamento social.

Nos três primeiros dias de funcionamento do serviço online, foram cadastrados 2.037 pacientes. Até o momento, para atender a este público, a Prefeitura dispõe de 244 psicólogos voluntários.

A plataforma que conecta os profissionais a quem precisa do atendimento é fruto de uma parceria entre as secretarias de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis) e de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) com a startup Cubos Tecnologia. 

O titular da Secis, João Resch, afirmou que a procura tanto de pacientes quanto de profissionais voluntários em usar e ofertar os serviços através da plataforma tem sido satisfatória. “O lançamento nesta segunda-feira deu grande visibilidade. Toda ajuda é fundamental para este momento em que estamos vivendo”, frisou.

O gestor destacou também a resposta das pessoas atendidas na plataforma tem sido positiva. “Estamos recebendo elogios, tendo um retorno muito positivo, pessoas agradecendo e afirmando que os atendimentos pela plataforma estão atendendo a expectativa delas”, reforçou Resch.

 Ainda segundo o titular da Secis, a expectativa inicial é de que o público atendido fosse de pessoas mais maduras e idosos. No entanto, os acolhidos têm perfil misto, incluindo também jovens. A tendência é que a procura pelos serviços cresça ainda mais nos próximos dias.

Seja voluntário
Os psicólogos interessados em oferecer acolhimento gratuito devem realizar o cadastro através do site do Psiu. Para isso, é necessário informar o número de registro do Conselho Regional de Psicologia (CRP). Os atendimentos serão realizados por videochamada e terão duração de 20 minutos. Quem desejar o serviço precisar realizar um breve cadastro para acessar a lista de profissionais disponíveis.

Fonte: Correio