Pesquisa investiga os impactos da pandemia no mercado baiano

Não só com o objetivo de entender os impactos da pandemia do coronavírus na economia local, mas também traçar projeções para o futuro dos negócios a Rede Bahia está promovendo uma pesquisa que vai ouvir desde empresários e pequenos gestores de empresas. A iniciativa conta com a parceria da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomécio-BA), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a Associação Comercial da Bahia. 

O estudo vai abordar desde questões ligadas à inovação, mudanças no comportamento do cliente até como esses negócios estão se preparando para o pós-pandemia e, a partir destes dados traçar tendências de consumo que podem ajudá-los no processo de retomada. 

“Estamos em um momento em que as empresas e o comércio se encontram fechados por conta da pandemia e com isso existe uma mudança no comportamento de consumo. A proposta da pesquisa é justamente entender o que esse empresário está vivendo no momento de hoje e também trazer tendências para ajudar este mesmo negócio daqui pra frente e o setor como um todo”, explica o diretor de Programação da Rede Bahia, Carlyle Ávila. 

Panorama econômico

Todos os empresários que participarem da pesquisa vão receber um e-book com os resultados. Para responder ter acesso as perguntas basta acessar o link https://bit.ly/2KJqvaT ou entre no site da campanha Uma Rede Por Todos (www.umaredeportodos.com.br). O questionário completo conta com 50 questões e deve permanecer online pelas próximas duas semanas. A previsão é que o resultado da pesquisa seja divulgado no final do mês de maio. 

“É importante também destacar que a pesquisa é online porque a gente não pode ir a campo realizar estas entrevistas presencialmente como medida de segurança no combate a pandemia. A adesão é fundamental, quanto maior o número de respondentes, maior o painel da situação econômica que vamos conseguir traçar”. 

Uma outra ação que a Rede Bahia deve lançar nos próximos dias é a plataforma digital Aqui na Rede, que irá conectar gratuitamente as pessoas ao comércio local. “É mais uma iniciativa de estímulo à economia que vem junto com o compromisso da Rede enquanto meio de comunicação”, completa Ávila.

O Correio está reunindo exemplos de ações sociais, conteúdos de diversão para a criançada, programações musicais online, cursos, e tudo o que possa ajudar a trazer mais leveza para esse período de isolamento social. Confira. 

Fonte: Correio