Eduardo Bolsonaro: 'Moro mostraria 4 anos de conversa se seguisse até fim de 2022'

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) comentou o depoimento do último sábado (2) do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro e afirmou que o ex-juiz “certamente mostraria quatro anos de (conversa de) Whatsapp se seguisse no mandato até o final de 2022”.

“O Moro está se mostrando um excelente sujeito político traindo o presidente da República”, disse o parlamentar.

No sábado, Moro concluiu um depoimento de oito horas na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba após acusações de que o presidente da República, Jair Bolsonaro, teria tentado intervir em investigações da Polícia Federal. Segundo Eduardo Bolsonaro, “quem tem provas não precisa de horas fazendo depoimento”.

De acordo com o parlamentar, “quem convivia nos bastidores já conseguia perceber de maneira mais forte que ele fez um bom papel no combate à corrupção e um bom papel na Lava Jato, mas como ministro estava complicado”.

Eduardo Bolsonaro participou da primeira “live” do partido que a família Bolsonaro estuda tirar do papel, o Aliança pelo Brasil. Estiveram com ele a advogada Karina Kufa, a deputada federal Aline Slutjes (PSL-PR) e o deputado estadual Sargento Lima (PSL-SC).

Fonte: Correio