Israel tem 'avanço significativo' para encontrar um tratamento ao coronavírus

Israel deu o que pode ser um grande passo para neutralizar a pandemia do novo coronavírus. O ministro da Defesa do país anunciou, na última segunda-feira (4), que o principal laboratório de pesquisa biológica local isolou um importante anticorpo contra a covid-19. Ele seria capaz de neutralizar e combater o Sars-CoV-2 em pessoas infectadas.

Segundo disse Naftali Bennett, o ministro da Defesa israelense, em comunicado, o feito seria um “um avanço significativo na descoberta de um antídoto para o coronavírus”. 

“O anticorpo neutralizante monoclonal desenvolvido no Instituto de Pesquisa Biológica de Israel (IIBR) pode neutralizá-lo [o coronavírus] dentro dos corpos das [pessoas] transportadoras”, continuou Bennett.

Ele citou o diretor do IIBR, Shmuel Shapira, ao falar que a fórmula do anticorpo estava sendo patenteada. Depois, a ideia é procurar um fabricante internacional, que possa produzí-la em massa.

O IIBR tem se empenhado na tentativa de achar um tratamento ou vacina para o novo coronavírus. Inclusive, liderou o teste de sangue feito com pessoas que se recuperaram da covid-19. Os anticorpos nessas amostras são vistos como chave para o desenvolvimento de uma possível cura.

O anticorpo isolado, como relatado por Bennett, é monoclonal, ou seja, foi derivado de uma única célula recuperada. Portanto, é potencialmente mais potente na obtenção de um tratamento. Em outras pesquisas, foram encontrados anticorpos policlonais ou derivados de duas ou mais células de ascendência diferente, como noticiou a revista Science Direct.

Fonte: Correio